terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Estou lá e as escolhas estão com você

- por Grazi Pinheiro


Ei. Consegue me ver aqui? Acho que não. Estou por trás de uma grande árvore de experiências continuas, onde nascem flores coloridas, que espalham sua essência pelo ar onde me encontro respirando. A essência do seu perfume. Ai, aquele perfume! Eu o respirava até o meu último fôlego. E o ar em que me vejo é fresco, como era o seu beijo num dia quente...
Também estou por trás do medo de não conseguir te esquecer. Eu sei que foram tantas coisas vividas, como entregas de cartas, composições feitas, abraços apertados quando a saudade parecia ser infinita. Mãos entrelaçadas, momentos de decorar feições perfeitas, onde eu contornava suas sobrancelhas até chegar a boca.
Tente olhar por trás de desenhos infântis, eu estou lá. Nas horas de brincadeiras, sorrisos, céu azul, flores na grama. Quantas risadas por coisas sem sentido. Mas era divertido, pois você estava comigo.
Ainda não me encontrou? Me procure em fotos, sonhos, sonos, lembranças, músicas, frases, perfume. Não é difícil, eu estou nas coisas mais simples que você considera. O amor é simples, não? Se quiser me encontrar sem rodeios, me procure nesse sentimento. Mas acho que seria mais divertido se fosse por cada situação e lembrança.
Tenho um caderno, onde escrevo poesias, canções e corações. Mas nele consta uma folha e meia, já está acabando. E quero dar início com um parágrafo de dois dedos, só não posso deixar cair algumas lágrimas teimosas, pois é minha última folha, não posso manchá-la. Que tal escrever sobre um garoto em que me deixa bamba com apenas um olhar? Ou simplesmente escrever sobre alguns pedaços de coração que deixei pelo caminho para que você achasse propositalmente. Mas até agora você não apareceu para me devolver e dizer que queria um pedaço. Eu gostaria de dá-lo inteiro.
Agora, nesse momento, estou por trás de uma janela, vendo a chuva de pensamentos e também de gotas de chuva. De vez enquando faz frio. Eu respiro bem fundo e expiro o suficiente para embaçá-la e escrever o que eu sinto falta de te dizer. Está exatamente assim: "Acho que eu te amo..."
Quando você resolver me encontrar, procure a janela. Corra, pois o que está escrito pode não resistir ao tempo.

21 comentários:

  1. Adoooorei seu texto. Muito bom. Amei o blog e vou seguir. BJs

    ResponderExcluir
  2. adorei o texto flor.. e me desculpa a minha ausencia, é que estava com a cabeça cheia de coisa, e mal conseguia entrar na net, mais eu voltei! ahauah o/
    estava com saudades daqui..
    beijos s2

    ResponderExcluir
  3. o amor faz isso com a gente mesmo né ;x muito lindo o seu texto.. beijão :@

    ResponderExcluir
  4. O segredo é não perder a essência das coisas.
    seu texto tá lindo,

    bjs '

    ResponderExcluir
  5. muito foda!
    "Corra, pois o que está escrito pode não resistir ao tempo."


    adorei aqui, o blog tem uma nova seguidora!
    beijos

    ResponderExcluir
  6. Que lindo *-*
    Muitas coisas, não só as palavras, podem não resistir ao tempo. E isso é triste '-'
    Por outro lado é bom, pois é uma forma de a gente estar sempre nos renovando! :)

    FELIZ NATAL =)

    beijão ;*

    ResponderExcluir
  7. As vezes só no resta esperar uma decisão alheia, depender da vontade dos outros para ter as suas realizadas pode doer. Mas acho que desistir não é valido e de qualquer forma há sempre outro caminho a seguir.
    Beijos, belo texto.

    ResponderExcluir
  8. Own amor *-* adoro os seus comentários, sempre me deixam pra cima sabia ? *-*
    pois é quanto ao blog, já estou quase desistindo, não sei mexer mesmo SAHUSAUHSUHA
    adoro seus posts linda *-*

    ResponderExcluir
  9. em inumeras vezes eu me vi no seu texto, e de verdade, eu poderia aplicar essa palavras tão normalmente na minha vida, enfim, muito belo MESMO

    ResponderExcluir
  10. caraacas, que texto lindo flor!
    olha só, querer que o amor te ache é natural, eu tambem tenho andado com esse desejo ? pois da ultima vez que pensei ter o achado, ele se perdeu, então, estou tentando deixar ele me achar, em qualquer canto.
    muito lindo, mesmo.

    ResponderExcluir
  11. Lindo, muito lindo.
    "escrever sobre alguns pedaços de coração que deixei pelo caminho para que você achasse propositalmente."

    ResponderExcluir
  12. oiii...amei o seu blog...
    o trecho:
    "Agora, nesse momento, estou por trás de uma janela, vendo a chuva de pensamentos e também de gotas de chuva. De vez enquando faz frio. Eu respiro bem fundo e inspiro o suficiente para embaçá-la e escrever o que eu sinto falta de te dizer. Está exatamente assim: "Acho que eu te amo..."
    Quando você resolver me encontrar, procure a janela. Corra, pois o que está escrito pode não resistir ao tempo."

    É perfeito!!
    ps;já estou seguindo o seu blog...se puder passa lá no meu blog tb...bjss

    ResponderExcluir
  13. É um meio termo se sentir assim. Bom e ruim, ao mesmo tempo. Amar é assim mesmo, você já deve saber que faz parte sentir os dois lados da coisa. Agora, eu te peço que não se acostume com a lado dois. Permanecer acreditando que ele possa mudar, é bem perigoso.

    Gostei daqui e também estou te seguindo. Ah, o texto está perfeito, ok?
    Beijos.

    ResponderExcluir
  14. adorei seu texto e amei sua imagem do blog! ficou lindaa! beijos

    ResponderExcluir
  15. E dizem que a saudade anda junto com a inspiração.

    ^^

    ResponderExcluir
  16. liiiiiiiiindo o texto...
    "...foram tantas coisas vividas, como entregas de cartas, composições feitas, abraços apertados quando a saudade parecia ser infinita. Mãos entrelaçadas, momentos de decorar feições perfeitas..."

    ResponderExcluir
  17. Ai...eh exatamente assim que me sinto agora...Espero que ele tenha te procurado e tenha te encontrado...Assim como eu espero...Muito bonito o texto. escreve muito bem!

    ResponderExcluir

o você acha disso, hm?